Últimas notícias

PLANO MUNICIPAL DE VACINAÇÃO – COVID 19

COMISSÃO TÉCNICA DE ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE VACINAÇÃO

CONTRA COVID 19

Setor Pessoal Cargo
GABINETE DO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE  

Paulo Roberto Bezerra de Carvalho

 

 Secretário

COORDENAÇÃO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA Joicy Anne da Silva Rabelo Coordenadora
COORDENAÇÃO DE VIGILÃNCIA EPIDEMIOLÓGICA  

Maria Telma Moraes Freitas

 

Coordenadora

COORDENAÇÃO DE IMUNIZAÇÃO Fernanda Barros Tromps Coordenadora
  1. OBJETIVO

Deteminar as ações e estratégias para garatir o acesso da vacinação contra a COVID-19 nos grupos prioritários do municipio de Cedral.

  1. Objetivos Específicos
  • Informar os grupos prioritários de acordo com as etapas da campanha de vacinação estabelecidas;
  • Expor o mapeamento de pontos estratégicos de acordo com a população e distritos do
  • município de Cedral – MA
  • Coordenar ações para notificação e investigação de eventos adversos associados à vacinação;
  • Promover ações de educação em saúde com a população sobre as vacinas disponível;
  • Orientar na divulgação das informações;
  • Ampliar o número de pessoas cadastradas Conect SUS

 

 População prioritária para vacinação contra a covid-19, estimativa de número de doses necessárias em cada fase.

Fases Tempo estimado População- alvo Pop. estimada p Dose  estimada  para  esquema leto
1

frase

7

semanas

Trabalhadores de Saúde 160 320
2

frases

7

semana

Pessoas     de     60     anos     ou     mais institucionalizadas* 0 0
3frase 7

semana

Pessoas a partir de 60 anos 1.297 2.594
Pessoas    que    apresentam     alguma comorbidade*** 11 22
Fases Tempo estimado População- alvo Pop. estimada p Dose  estimada  para  esquema leto
1

frase

7

semanas

Trabalhadores de Saúde 160 320
2

frases

7

semana

Pessoas     de     60     anos     ou     mais institucionalizadas* 0 0
3frase 7

semana

Pessoas a partir de 60 anos 1.297 2.594
Pessoas    que    apresentam     alguma comorbidade*** 11 22
Fases Tempo estimado População- alvo Pop. estimada p Dose  estimada  para  esquema leto
1

frase

7

semanas

Trabalhadores de Saúde 160 320
2

frases

7

semana

Pessoas     de     60     anos     ou     mais institucionalizadas* 0 0
3frase 7

semana

Pessoas a partir de 60 anos 1.297 2.594
Pessoas    que    apresentam     alguma comorbidade*** 11 22
Fases Tempo estimado População- alvo Pop. estimada p Dose  estimada  para  esquema leto
1

frase

7

semanas

Trabalhadores de Saúde 160 320
2

frases

7

semana

Pessoas     de     60     anos     ou     mais institucionalizadas* 0 0
3frase 7

semana

Pessoas a partir de 60 anos 1.297 2.594
Pessoas    que    apresentam     alguma comorbidade*** 11 22

CALENDÁRIO PRIMEIRA FASE

Público alvo Estratégia Previsão de início
Profissionais da saúde Será realizado no serviço de saúde particular/ privada onde trabalha 25/01/2021
Pessoas de 60 anos ou mais. Nas UBS da sede e povoados, tendas em pontos estratégicos. 01/02/2021

ESTRATÉGIAS PARA VACINAÇÃO SEGUNDA E TERCEIRA FASE

 A SEMUS propõe para esta campanha, estratégias e táticas para a vacinação, de acordo com as fases, os grupos prioritários e o cronograma estipulado pelo Ministério da Saúde. Logo, na intenção de evitar aglomeração e manter a organização dos pontos de vacinação, as estratégias adotadas pela Secretaria Municipal de Saúde serão:

  • Ampliação dos locais Municipais de Vacinação contra COVID-19, em locais estratégicos para atender as exigências sanitárias e promover comodidade a população;
  • Vacinação domiciliar para pacientes acamados ou com dificuldade de locomoção que se enquadrem nos grupos prioritários;

• Calendário por acs e suas respectivas datas;
A ampliação da disponibilidade desses pontos favorece a descentralização e facilita o acesso da população à vacinação.

CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO POR ORDEM ALFABÉTICA
PERIODO NOMES (FICTICIO)
 

 

A DEFINIR

JOSÉ; ROSA
JOAO; MARIA
GILBERTO; ANTONIO; JOAQUIM
MARIO; ROBERTO; ANA
MARCIO;       MARIA                        FERNANDA; PAULO
ROBERTO; PEDRO; MARCELO
SEBASTIANA; VERA; JOSEFINA

RAZÃO DE ADIAMENTO

        .Doenças agudas febris

  • Adiamento com infecção por COVID (4 semanas após inicio dos sintomas ou 4 semanas a partir da 1 amostra de PCR positivo nos assintomáticos.
  • Sintomatologia prolongada não contra

CONTRA INDICAÇÕES

  • Menores de 18 anos
  • Gestantes
  • Reação alérgica grave a qualquer alimento (manifestação em até 4 horas após ingestão)
  • Reação anafilática a primeira dose
  • Reação anafilática a componentes da vacina, tais como: Neomicina, Timerozol, Hidróxido de Alumínio, entre outros

VIGILANCIA EPIDEMIOLÓGICA

A Vigilancia Epidemiologica Municipal ficará atenta á possiveis situações que posso vir acontecer, como evento adversos, dentre outros, dessa forma, precisamos está fortalecido e atento para os prováveis eventos adversos.

Portanto, precisamos:

  • Detectar;
  • Notificar;
  • Investigar;
  • Classificar todos os eventos É fundamental informar:
  • Tipo de vacina;
  • Lote;
  • Fabricante;

EVENTOS ADVERSOS PÓS VACINA COVID 19 EVENTOS ADVERSOS:

É qualquer ocorrência clínica indesejável em um indivíduo que tenha recebido algum imunobiológico. Quanto a intensidade se classificam: leves, moderados, graves: hospitalização, sequela, risco de morte e óbito.

  • Detecção, Notificação e Busca ativa
  • Investigação (exames clínicos, laboratoriais)
  • Classificação final dos EAPV
  • Todos os eventos: não graves e graves devem ser notificados
  • Erros de Imunização (programáticos)
  • Problemas na Cadeia de Frio
  • Erros de Preparação da dose
  • Erros na Via de Administração

OBS:

  • As notificações deverão primar pela qualidade no preenchimento de todas as variáveis contidas nas fichas de notificação / investigação de EAVP do PNI
  • TIPO de VACINA, NÚMERO de LOTE e FABRICANTE
  • tificação em 24horas nos casos de:

     

    EVENTOS   ADVERSOS   GRAVES,   RAROS   e   INUSITADOS,   ÓBITOS   SÚBITOS   e INESPERADOS,                                                   ERROS                            de                           IMUNIZACÃO

    (Portaria n 264 de 17 de fevereiro de 2020)

    É importante destacar que as notificações deverão primar pela qualidade no preenchimento de todas as variáveis contidas na ficha de notificação/investigação de EAPV do PNI. Destaca-se ainda que, na possibilidade de oferta de diferentes vacinas, desenvolvidas por diferentes plataformas, e imprescindível o cuidado na identificação do tipo de vacina suspeita de provocar o EAPV, como número de lote e fabricante.

     

    Importância da ESF no Plano de Imunização

     

     As ESF são fundamentais para realização da Campanha, pois a Atenção Básica, sendo porta de entrada para os usuários, é a forma mais eficaz de conhecer cada usuário e suas possíveis comorbidades, sem esquecer que os ACS são o elo que liga os usuários a cada notificação e informação.

    Cedral – MA, 18 de janeiro de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *